RIOS DO BRASIL

Páginas: 112

ISBN: 978-85-8220-010-0

Edição: 1ª

Lançamento: 2016

Editora: Metalivros

Cursos naturais por onde flui o mais precioso líquido da vida na Terra: a água doce. Como veias abertas, os rios canalizam e transportam a água das fontes, dos afluentes, das chuvas. Venerados e respeitados por uns, temidos por outros, desprezados por muitos, os rios têm vários significados para a humanidade.
A forma com que uma sociedade trata os rios é forte indicador do grau de evolução cultural, do nível de desenvolvimento social. Para certas culturas, o rio é sagrado, e como tal reverenciado. Cada um tem um olhar particular para o rio. O desenhista ou pintor nele se espelham para figurar sua criação. O fotógrafo se esmera na captura de um ângulo especial da paisagem entrecortada por seu curso. O poeta se esvai em meandros para descrever-lhe o significado literário. O geógrafo esmiúça as características hidrogeomorfológicas. O historiador o percebe com olhos voltados ao passado escondido em cada curva. O agricultor depende dele para fecundar as margens e irrigar a plantação. O esportista pensa flutuar sobre as águas revoltas ou escalar a cachoeira. O pescador sonha tirar dele o peixe para ter o que comer e o que contar depois. O biólogo quer estuda-lo ou encontrar aquele espécime ainda desconhecido da ciência. O barqueiro navega pelos seus meandros para alcançar o destino ribeirinho. A população urbana deseja água nas torneiras, sem saber bem de onde vem. A empresa o quer para alimentar a usina hidrelétrica e atender à fome crescente de consumidores por mais energia. É um rio-grande de tanto querer.

A relação de percepções e usos nobres das águas dos rios pode se estender por muitas linhas. Uma coisa é certa: a fartura da boa água dos rios em um território é sinal de riquezas naturais, econômicas e culturais. E ainda há outra face. Além de atender a tantas demandas, os rios são elementos fundamentais para o equilíbrio da natureza, ao oferecer a tão preciosa água, o alimento e os nutrientes para a flora e a fauna. Com água a vida prospera. Na falta dela a vida escasseia, tanto para o homem quanto para o restante da natureza.

O Brasil é de longe a maior potência hidrológica do planeta, não só pela quilometragem dos rios tropicais, mas pelo volume de água que possui circulando no território. Sobre essas águas a presente obra navega e procura despertar a atenção da sociedade brasileira sobre os tantos significados que os rios do Brasil carregam. A publicação procura valorizar esse recurso natural cada vez mais cobiçado e explorado. No intuito de chamar a atenção sobre os rios e atrair o interesse geral, atingindo a todos que dependem, conscientes ou não, desse recurso natural, cuja longevidade se mede por eras geológicas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *