NATUREZA, CONSERVAÇÃO E CULTURA – ENSAIO SOBRE A RELAÇÃO DO HOMEM COM A NATUREZA NO BRASIL

Capa - Natureza, Conservação e Cultura

 

Páginas: 179

ISBN: 8585371471

Edição: 1ª (bilíngue)

Lançamento: 2003

Editora: Metalivros

 

Natureza, conservação e cultura. Ensaio sobre a relação do homem com a natureza no Brasil traz ao leitor, de forma jamais antes apresentada, a evolução da força que a natureza exerce sobre a formação dos mais autênticos e característicos valores culturais brasileiros.

O autor demonstra o impacto ambiental das populações indígenas desde tempos imemoriais; a estratégia visionária dos portugueses com relação ao Brasil e particularmente na Amazônia; revela o papel pioneiro dos jesuítas na observação e estudo da natureza brasileira no século XVI; elucida como e porque Portugal jamais poderá ser justamente responsabilizado por qualquer herança de destruição ambiental da atualidade.

O livro apresenta dados e informações inovadoras sobre os ciclos do pau-brasil, do açúcar e do café. Faz um sobrevôo pela história de nossa legislação ambiental desde as Ordenações dos reis de Portugal e pela figura patronal de José Bonifácio de Andrada e Silva na proteção às baleias; trata de Napoleão e da vinda de Dom João VI para o Brasil e suas significativas decorrências positivas na área ambiental; a Missão Francesa e os artistas-cientistas-viajantes; Dom Pedro II e a criação da Floresta da Tijuca; da República Velha ao desenvolvimentismo – e suas estradas após a era Juscelino –, até a Rio 92.

Seu desfecho apresenta as sensíveis populações das espécies da Ordem Carnívora no Brasil e o original trabalho dos pesquisadores na sua preservação. Fartamente ilustrado por belas fotografias de Adriano Gambarini, apresenta o tema de forma abrangente, com imagens de espécies de nossa fauna e flora e de paisagens da natureza preservada, abrangendo os principais ecossistemas e regiões do país, englobando desde flagrantes contemporâneos de formas harmônicas de ocupação humana até problemas ambientais e ecológicos. Apresenta no final todos os carnívoros do Brasil. É complementado por desenhos das espécies mais raras, compondo mais 130 imagens.