Autor: Evaristo de Miranda

O BRASIL ACABOU?

Evaristo Eduardo de Miranda Coordenador do GITE – EMBRAPA Em 25 anos, o Governo federalizou quase 35% do território nacional destinando-o a unidades de conservação, terras indígenas, comunidades quilombolas e assentamentos de reforma agrária. Sem planejamento estratégico adequado, esse conjunto…

A AGRICULTURA FRENTE ÀS INCERTEZAS CLIMÁTICAS

Fonte: Notícias Agrícolas

O consumidor conhece a novela: se chove demais ou de menos, o preço das hortaliças, e até da carne, aumenta nos supermercados. Os ganhos desse aumento de preços desaparecem entre o consumidor e o agricultor. Chuva demais ou de menos são sempre sinônimo de perda para os produtores. Não se enfrentam variações de clima com flutuações de preços. A solução é uma agricultura menos sensível às variações climáticas. O cenário climático para a agricultura tropical não é o pior. Mas aponta a necessidade de se adaptar simultaneamente a agricultura e a sociedade. É a melhor garantia em face das incertezas climáticas e contra o nhenhenhém do aquecimento verbal.

Doutor em Ecologia, pesquisador da Embrapa e especialista em gestão territorial, agricultura sustentável e monitoramento por satélite foi o entrevistado do programa Mercado & Cia de 25 de março de 2014 e falou sobre o tema.