VEGETAÇÃO PROTEGIDA, PRESERVADA E CONSERVADA NO BRASIL

Você conhece algum país do mundo que dedique tanta área de seu território à proteção, preservação e conservação da vegetação nativa e da biodiversidade como o Brasil? Será que algum país chega perto do que faz o Brasil, em termos absolutos e relativos, pelo meio ambiente? Mesmo assim, o país é alvo permanente de críticas maldosas, infundadas e ignorantes sobre a situação da preservação de seus ecossistemas, aqui e no exterior. Tenha em mãos este resumo atualizado para apresentar a quem necessitar possa ou precise.

Recortes de imagens do satélite GeoEye, produzidas pela Embrapa Monitoramento por Satélite, para uso em projetos de pesquisa.

Áreas protegidas. Quinto país do mundo em extensão territorial, o Brasil é o primeiro em áreas protegidas, segundo dados da Unep e do WCMC . O Brasil destina 30% de seu território – mais de 2,5 milhões de quilômetros quadrados (km2) – para áreas protegidas, sejam unidades de conservação, sejam terras indígenas. As áreas terrestres protegidas pelo Brasil representam 14% de todas as existentes no planeta (18 milhões de km2) e mais da metade do total destinado à proteção na América Latina e Caribe. A média de áreas protegidas em todos os países com mais de 2,5 milhões de km2 de extensão é de 10%, contra 30% no Brasil. Como afirma o Protected Planet Report da Unep de 2016, o Brasil detém e mantém “a maior rede nacional de áreas protegidas do mundo”.

Áreas preservadas. Na zona rural brasileira, uma legislação ambiental exigente determina a manutenção de áreas destinadas à preservação da vegetação nativa, no interior dos imóveis rurais. Essa área varia de 20% do imóvel até 80%, naqueles situados na Amazônia. O mapa dessas áreas foi detalhado nos últimos três anos pelo Cadastro Ambiental Rural (CAR), em mais de 4,1 milhões de imóveis. Hoje, os produtores rurais destinam à preservação da vegetação nativa e da biodiversidade uma área superior a 1,7 milhão de km2, no interior de seus imóveis e sem qualquer subsídio governamental. Isso corresponde a 20,5% da superfície do Brasil.

Áreas conservadas. Existem ainda, no Brasil, amplas áreas de vegetação nativa em terras públicas. E, também, muitos ecossistemas são explorados de forma sustentável e secular por atividades de pecuária extensiva. Isso conserva a vegetação nativa e a biodiversidade, como ocorre no Pantanal, Caatinga, Cerrados, Pampa e Campos de Altitude. No total, o Brasil dedica mais de 66% de seu território à proteção, preservação e conservação da vegetação nativa e da biodiversidade, conforme pode ser visto no mapa sobre uso e ocupação das terras no Brasil. As pastagens ocupam 21% do território nacional e todos os cultivos e florestas plantadas, apenas 9%. Mesmo assim tem gente achando que é pouco os 66% e muito os 9%.

Publicado em:
MIRANDA, Evaristo Eduardo de. Vegetação protegida, preservada e conservada no Brasil. Canal Rural (São Paulo), 2017.