JESUS E O DOUTOR DE ISRAEL


OU

DA FÉ FUNDADA EM SINAIS À FÉ NA PALAVRA DE VIDA

OU

UMA VISÃO DE CONJUNTO DA MISSÃO DE JESUS

OU

DE NOITE, BUSCAMOS A LUZ

(JOÃO 2,23 – 3,21)

(27/9/2000)

Evaristo Eduardo de Miranda

Começa com um sumário de João (assim como em 4,45; 20.31)

Jesus faz inúmeros milagres durante seu ministério

João os qualifica de sinais (atos de poder) pelo quais começa-se a acreditar em Jesus (2,11)

Os que acreditam: fé imperfeita.

Vai-se ao Taumaturgo> Mestre> Profeta> Messias> Filho de Deus (3,2; 4,19; 6,14; 7,31)

Ver não é crer.

Oposição literária entre acreditar no seu nome e não acreditar neles

Orienta o leitor sobre um dos interesses principais do cap. 3 e 4: a fé autêntica

Jesus sabe a condição humana: Jr 17, 9-10; Sl 139; 1Sm 16,7

Será necessário o itinerário de Natanael.

A fé de Nicodemos é posta a prova.

Em Jerusalém (2,23 – 3,21)

1 – Uma narrativa, gênero sumário (2,23 – 3,2)

2 – Um diálogo, começa no 3,2 e acaba no v. 10 (nós) ou no v. 12 (eles)

3 – Um monólogo 3,13-21 Querigmático. Confissão de fé

Na Judéia (3,22-36)

1 – Uma narrativa (3,22-26 a)

2 – Um diálogo (3,26 b – 30)

3 – Um monólogo (3,31 –36). Terceira pessoa. Querigmático

Crer no Filho = vida eterna

Recusa de crer = não verá a vida

Nicodemos – Naq Demos – Povo vencedor (NCD)

Fariseu, mestre em Israel, membro do Sinédrio.

Para João, ele é “aquele que veio a Jesus”

Versado na ciência da Lei (Torá), um novo Natanael (?), ele vem a Jesus.

A noite, pormenor mantido em 19,39.

Estudo noturno da Torá (costume judaico)

Medo dos judeus? Não lhe falta coragem.

Profundezas tenebrosas da carne, S. Agostinho

Atmosfera misteriosa envolve a entrevista pela forma (elipses, saltos de pensamentos, duplo sentidos) e pelos assuntos (novo nascimento, mistério do Filho do Homem)

NCD vai da noite para a luz, agora presente no mundo (3,19)

J. Batista no primeiro dia procurava o Desconhecido, sem identificar o Messias.

NCD busca Deus na noite, enquanto não reconheceu em Jesus a luz.

Nós estamos na noite e buscamos a luz. Todos.

O que NCD diz coloca o leitor diante de Jesus

Monólogo de Jesus

Ver o reino – ver nos sinais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *