CRER OU CONHECER?


(28/12/1996)

Evaristo Eduardo de Miranda

Certo dia, uma de minhas filhas gêmeas, na ocasião com cerca de seis anos, chegou em casa muito preocupada. A professora – para elas uma segunda mãe – havia declarado na sala de aula, não sei por que razão ou com que propósito, que não acreditava em Deus!

Todas as meninas ficaram surpresas e inclusive minha filha. Eu então, ao ouvir isso… Aí, ela, então, me contou com um ar grave que muito preocupada, pediu a palavra. E dirigiu-se à professora dizendo, com a melhor das intenções infantis: – Professora! Sabe por que a senhora não acredita em Deus? Porque a senhora não conhece Deus!

Eu fiquei um três meses em estado de graça, após ouvir essa história. E se alguém duvida do Espírito Santo…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *